Redenção de Um Cafajeste #01 | RESENHA

16.7.16

Foto: Leitora Cretina
Olá, leitores! Tudo bem?


A resenha de hoje é do livro nacional "Redenção de Um Cafajeste", escrito por Nana Pauvolih, que está fazendo sucesso por conta do lançamento último volume da trilogia, mas hoje, a resenha é do primeiro volume. Espero que gostem!

Arthur Moreno é o famoso dono da revista Macho, ele é um rei em seu próprio mundo. A história de Arthur é muito importante para entender todo o decorrer do livro. Teodoro, pai de Arthur, havia se apaixonado pela inocente e encantadora Joana que aplicou o golpe da barriga, colocando ao mundo Arthur. Quando um homem mais rico se aproximou, Joana abandonou Teodoro, que anos mais tarde se suicidou. 

Dantela, avó de Arthur e mãe de Teodoro está disposta a dar o mundo ao seu neto e lhe mostrar que não se deve confiar em ninguém. Se apaixonar é praticamente um crime, ainda mais se a paixão vier de classes sociais distintas. Então, com todos esses ensinamentos, Arthur passava noites fazendo sexo com muitas mulheres sem nenhum interesse romântico.
"(...) - Deu um golpe tão bem dado que não roubou apenas o coração dele e um pedido de casamento, mas sua alma."

Juliane e Maiana Apolinário são duas jovens bonitas mas com personalidades muito diferentes. A mãe delas sempre influenciava as garotas a usarem a beleza para trazer vantagens. Maiana é a garota centrada, estudiosa, que sonha em ser professora e que sustenta a mãe e a irmã; enquanto isso, Juliane sai e procura se envolver com homens ricos na tentativa de ter ascensão na vida. A mãe fica praticamente o dia todo na frente da tv apoiando Juliane.

Em uma noite, Arthur tem uma noite de sexo com Juliane. A garota fica obcecada por ele, mas apenas por conta do dinheiro e da oportunidade de posar em sua revista. 

Outra noite, após sair da casa de Arthur, Juliane é agredida fisicamente, Maiana entra em desespero e vai até a casa de Arthur culpa-lo. Ele fica impressionado com a beleza de Maiana e agora deseja tê-la com todas as forças. Maiana sabe que a irmã estava em algum tipo de relacionamento com Arthur, então, prefere não ceder as investidas dele. Entretanto, Arthur não é acostumado a ouvir "não", então, ele faz uma proposta a Juliane: Se Maiana for para a cama com ele, Juliane será capa da revista. A missão de Juliane agora é convencer Maiana de que não rola mais nada entre ela e Arthur.
Foto: Leitora Cretina
Aos poucos, Arthur vai adentrando no espaço de Maiana, frequentando lugares que alguém de classe alta jamais sonharia em ir, apenas para conseguir a confiança de Maiana, assim, ela entregaria a sua virgindade. 

Arthur acreditava que seria apenas uma noite de sexo e ele se saciaria, mas a personalidade de Maiana estava chamando sua atenção também. Ao mesmo tempo que, mesmo sem notar, Arthur ia se envolvendo com Maiana, a vó dele relembrava-o da história de seu pai e sua mãe, dizendo que a garota poderia estar querendo aplicar um golpe apenas para prendê-lo pelo dinheiro, que aquele rostinho de boa moça não enganava ninguém. Cada vez mais, Arthur ficava com o pé atrás com Maiana, sentindo medo de se apaixonar e acabar com o mesmo fim de seu pai.

O livro é bem grande. No começo e no meio da história você fica muito envolvido com os acontecimentos. Mas como nem tudo são flores, o final vai ficando bem cansativo, a ponto de você não aguentar mais ler. Além das inúmeras cenas de sexo seguidas que te obrigam a pular, de tão exaustivo que é.
Foto: Leitora Cretina
O enredo em si é muito bom. O cenário é brasileiro, com assuntos atuais, como o assédio, diferenças de classes, preconceito, violência contra a mulher, falta de valorização de professores, etc. É impressionante como a autora conseguiu tratar de tantos assuntos e nos fez refletir.
"Fechei os olhos, ainda horrorizada com a violência pela qual Juliane passara. Só de imaginar sua dor e desespero, tinha vontade de matar o homem que fez aquilo com ela.

É um livro divertido que te arranca boas risadas, mas também te faz chorar. A base do livro é clichê, porém, ao adentrar na história você percebe que não há muitos livros assim, com acontecimentos bem articulados.

O livro nos apresenta um pouco dos outros dois personagens das sequências da trilogia e confesso que estou animada para conhecer a história do Matt e do Antônio. 

A narração é feita em primeira pessoa pelos dois personagens principais e a autora soube explorar isso muito bem, deixando claro tudo o que pensavam e sentiam. Foi magnífico acompanhar o crescimento deles.
"Eu confio até que me mostrem o contrário. Aí então excluo a pessoa da minha vida. Para sempre."

Em relação ao Arthur, acho que nunca tinha visto um cafajeste tão cafajeste assim nesse mundo dos livros a ponto de eu torcer para que o casal não ficasse junto (sou dessas).

A capa está linda demais, mas a parte de trás me incomodou muito. Eu não gosto quando tem rostos bem explícitos assim e particularmente ver a Maiana com as suas características um pouco distorcidas me incomodou.
Foto: Leitora Cretina
Título: Redenção de Um Cafajeste
Série/Trilogia/Duologia: Redenção
Volume: 01
Autor: Nana Pauvolih
Ano: 2015
Editora: Fábrica 231
Número de Páginas: 560 páginas
Nota
SINOPSE: Pioneira da autopublicação no segmento erótico nacional, com mais de um milhão de visualizações de suas histórias na plataforma online Wattpadd e sucessivos primeiros lugares na lista dos e-books mais vendidos da Amazon, Nana Pauvolih estreia na Rocco com a trilogia Redenção, um de seus maiores sucessos. Lançamento da coleção Violeta, do selo Fábrica231, Redenção de um cafajeste, o primeiro volume da série, conta a história de uma garota simples, que sonha terminar a faculdade e ser professora, e se envolve com um empresário sem escrúpulos. Uma história que mistura doses certeiras de paixão, romantismo e erotismo, tendo o Rio de Janeiro como cenário.
Em Redenção de Um Cafajeste, a autora narra a história de uma garota simples, que sonha terminar a faculdade e ser professora, e que conhece um empresário, dono de uma das revistas masculinas mais escandalosas do país. Uma história que mistura doses certeiras de paixão, romantismo e erotismo, tendo o Rio de Janeiro como cenário. 


Beijão!

Você poderá gostar também:

26 comentários

  1. Sabe, eu ia falar isso.O enredo parece muito bom, mas da forma como resenhou, sei lá, em algum momento vai ficando massante né?
    Acho que deveria se concentrar mais no enredo em si e não no sexo.Cara, qual o problema desses autores? rs


    beeijão :)
    http://www.carolhermanas.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!!
      Eu gosto bastante das cenas eróticas, mas parece que a Nana não soube espalhar bem, hahah, as cenas ficaram todas agrupadas.

      Beijão

      Excluir
  2. Oi,
    Adorei a resenha. E gostei da Maiana, ela me parece uma personagem de garra e que não cai na conversa de qualquer sedutor. E Arthur, me pareceu um ator (Que não me recordo o nome dele no momento).
    Bom, eu não me arriscaria ler este livro. Pois é muito grande, e eu ficaria cansada, caso a história não me prendesse.
    Mas eu adorei as fotos, estou babando por elas, a cada resenha.

    XoXo,Enjoy Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!!
      Também gostei bastante dos dois. Hahah, eu tava tentando lembrar com quem ele parece em todo o tempo que estava lendo!
      Obrigadaaaa <3

      Beijão

      Excluir
  3. Oi Mônica!! Eu li e até hoje algumas cenas não saem da minha cabeça! A primeira cena de sexo entre ele, a chata da irmã da protagonista e a amiga foi.... intensa rsrsrs É um livro novelão e gostei do enredo. Como não me importo nem um pouco com cenas eróticas eu leria o segundo livro numa boa rsrsrsrsrs

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!!
      Para mim também foi!! Adorei como a autora descreveu tudo, hahah.
      Também fiquei curiosa quanto ao segundo, e até já estou com ele em mãos. O livro é menor do que esse!

      Beijão

      Excluir
  4. AIII MDS!
    Que resenha mais fod*
    To in love com os detalhes do livro!
    Nao costumo ler esse gênero com frequência, mas fiquei curiosa demais!
    Bjoos

    Jovem Literário

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!!
      Muuuito obrigada, linda!
      Vale a pena você se aventurar nesse.

      Beijão

      Excluir
  5. Ahhh.. Esqueci de falar no comentário... kkkk
    A Globo esta selecionando os parceiros 2016, vc deveria se inscrever no Globo Alt, par parceria com os livros New Adult e Young Adult! <3
    Boa sorte se se inscrever.
    Bjoos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!!
      Já fiz a minha inscrição! Obrigada por avisar <3

      Beijão

      Excluir

  6. Eu amei sua resenha ♥♥♥♥
    Acho que nunca tinha lido nada parecido e minha curiosidade já começou a apitar kkkkkk....
    Já quero ler :)
    ótimo domingo
    bjo

    Tati C.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!!
      Fico feliz em saber! Espero que leia <3

      Beijão e bom domingo

      Excluir
  7. Oii!!!
    Estou lendo esse livro hahahahaha
    Adorei a resenha!

    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!!
      Sério? Que demais!! Vou esperar a sua resenha também.
      Obrigada <3

      Beijão

      Excluir
  8. Oi Mônica! Eu gosto muito da história desse livro, o diferencial foi mesmo o mocinho ser um cafajeste perfeito, e eu fica na dúvida se torcia ou não por ele. Mas concordo que algumas partes ficaram cansativas e enjoativas no decorrer da leitura.
    Beijos
    http://lua-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!!
      Ele é cafajeste demais, Bia! Dava vontade de brigar com ele, hahah

      Beijão

      Excluir
  9. Oi, Mônica!
    Que diabo que traseira é essa desse livro?! E esse cara na frente também não deixa de ser muito estranho.
    Apesar de curtir o estilo, eu não leria porque não curti muito esse enredo.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da promoção de aniversário do blog Crônica sem Eira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!!
      Hahaha, foi essa a minha reação quando vi a capa traseira.

      Beijãoo

      Excluir
  10. O enredo realmente parece ser muito bom, mas a história parece ser um pouco repetitiva. Adorei a resenha e a sinopse me deixou um pouco curioso haha.
    Abraços!
    http://umlivroabertoig.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!!
      Que bom!
      Eu não diria repetitivo, eu diria exaustivo, hahah.

      Beijão

      Excluir
  11. Oi Monica, adorei a resenha, como sempre está bem completa. Depois que você falou que o livro é grande e chega a ser cansativo eu não sinto mais vontade de ler.

    Gosto muito de autores brasileiros que mostram a realidade do nosso país.

    Beijinhos <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!!
      Eu também gosto muito de autores brasileiros por conta disso.
      O fato de ser cansativo é algo a se pensar mesmo.

      Beijão

      Excluir
  12. Oi, Mônica! Amei a repaginada no blog. Pois é, eu li o primeiro e o segundo e gostei mais do segundo. A personalidade da Maiana é muito fofa, mas fiquei miseravelmente com raiva do Arthur pelas coisas que ele faz. Além disso, a parte da redenção dele demora muito e deixa o final cansativo, mas eu gostei muito da história!
    Beijos.
    Leitora Encantada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!!
      Estou animada para ler o próximo, já estou com ele em mãos.
      Nossa, o Arthur foi demais! Ele me irritou demais.

      Beijão

      Excluir
  13. Olá Leitora Cretina!!!
    Assim, uma observação que diria a Editora é: "NÃO FAÇA MAIS UMA DESSA DE COLOCAR NA CAPA DE TRÁS DO LIVRO MAIS UMA IMAGEM DA PERSONAGEM!!!"
    Olha a capa da frente está linda, mas essa costa dela é sem comentários ¬¬
    Pra mim quer colocar os dois protagonistas coloca na capa mesmo.
    O enredo é interessante, porém aquela parte que você citou cansativo vai me fazer dar uma pensada se leio o livro.

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!!
      Hahahh, eu também falaria, gente, que coisa feia isso!
      Mas se você ler, espero que goste e me conte o que achou, hein?

      Beijão

      Excluir

Olá! Deixe seu comentário. Eu vou adorar ler e respondê-lo. <3

Sobre Mim

Olá! Meu nome é Mônica, me chame de Mô (se preferir). Tenho 18 anos e sou uma pisciana do amor. Sempre tive interesse em fazer faculdade de Direito e hoje realizo esse sonho. ╔ Leia Mais

Curta a página no Facebook