PRECONCEITO: Livros Eróticos

14.11.14




Olá leitores! Tudo bem? Hoje o assunto é um pouco mais sério. Sei que nem todos vão ler este post, mas eu estou aqui porque quero dar a minha opinião também. 

Todos os dias eu vejo comentários maldosos sobre o novo gênero literário que vem ganhando cada vez mais lugar no mundo todo, que são os livros "eróticos" ou "new adult". Apesar do nome, o que alguns acham, são direcionados para pessoas adultas, mas muitos adolescentes também leem este tipo de livro.

No Youtube, com o lançamento do trailer baseado em um livro do mesmo gênero, pessoas comentam que apenas "putas" (perdoem o vocabulário), "mulheres interesseiras" "meninas mal comidas" assistem o filme ou leem o livro. Mas, antes de me aprofundar sobre isso, queria deixar claro que, estou respeitando todos os gostos, claro, todo mundo tem o direito de gostar ou não, o problema é que alguns individuos, por maldade ou não, acabam generalizando. 

Se você que está lendo este post tem a mesma opinião que alguns "comentaristas" têm no Youtube, me desculpe, mas, NEM TODAS as mulheres possuem tais adjetivos. Todos temos o direito de compartilhar a opinião aonde bem entender, só fico incrédula com certos comentários referente às mulheres que gostam desse tipo de filme ou livro.

Hoje mesmo, quando fui compartilhar com vocês que o segundo trailer de Cinquenta Tons foi lançado, eu abaixei para ler os comentários. E irei explicar com citação do site de pesquisa do Wikipédia:


"O BDSM tem o intuito de trazer prazer sexual através da troca erótica de poder, que pode ou não envolver dor, submissão, tortura psicológica, cócegas e outros meios. Por padrão, a prática é aplicada por um parceiro(a) em outro(a)."

Por que isso? Vou explicar. Individuos começaram a falar que algumas mulheres são contra o marido bater na mulher, agressão física ou verbal a mulher, etc. Agora vou explicar a diferença: estas mulheres representadas no filme ou em outros livros que trazem a mensagem do BDSM (Bondage, Disciplina, Dominação, Submissão, Sadismo e Masoquismo) fazem isso não obrigadas, mas por PRAZER. Tanto homens, quanto mulheres, são raras, mas sentem prazer sexual ao sentir dor no SEXO. Mas parecem que algumas pessoas querem forjar certos comentários maldosos e fazer uma crítica mal formulada e sem conhecimento nenhum sobre o conteúdo abordado. Garanto para vocês que em momento nenhum a Anastasia vai "apanhar", "ser agredida" pelo Christian só porque ele quer, ou porque ela fez algo. 

"Dúvido que se esse tal de Christian fosse vendedor de paçoca ou pedreiro essas mulheres interesseiras iam cair matando."
As pessoas simplesmente não possuem imaginação suficiente para entender que, obviamente esse tipo de coisa ocorre sim, mas no caso se trata de um FILME e um LIVRO. Que tal então alguém escrever um livro sobre um vendedor de paçocas (nada contra) que conhece uma mulher e convida ela pra fazer sexo. Pelo amor de Deus, as pessoas precisam de imaginação, livros e filmes foram feitos para marcar e mudar o cotidiano das pessoas, despertarem imaginação, isso comprova que, pessoas que fazem esse tipo de comentário só viram o trailer e nem buscaram saber da história. Há mais que um homem poderoso e uma mulher submissa. Por trás, assim como QUALQUER LIVRO OU FILME, tem um enredo, o romance, a ação, as brigas e conflitos, não apenas como alguns dizem: "é só putaria". O fato de gostarmos de HISTÓRIAS de homens de terno, bonitos e com dinheiro não significa que somos interesseiras! O jeito diferente e ousado que acontece a história até a chegada do sexo é o que nos envolve. Livros e filmes deste gênero foram feitos para entreter as pessoas, passar conhecimento sobre um assunto que antigamente era tabu.

Alguns vão dizer: então quer dizer que não podemos fazer comentários negativos? Podem, claro que podem, e DEVEM, só que antes disso, procurem conhecer um pouco mais e tentem fazer a crítica focado ao filme ou livro, deixem os que gostam em paz, sem ofender.

Acho muito engraçado homens e mulheres comentando este tipo de coisa no trailer de Cinquenta Tons de Cinza (filme). Uma coisa é fazer uma crítica sobre o FILME, outra é ofender os que gostam apenas pelo fato de gostarem.

Você poderá gostar também:

6 comentários

  1. Olá!!!
    Verdade tudo o que você falou, as pessoas que criticam deveriam se informar primeiro antes de tentar expor a sua opinião que na qual o principal objetivo é sempre o desrespeito por esse gênero de livro.
    Parabéns pela a iniciativa!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Que honra você aqui! :D
      Muito obrigada, de verdade.

      Excluir
  2. eu concordo exatamente com cada palavra , essa pessoas deveriam se informar muito bem antes de criticar esse gênero de livro , e muitas vezes desrespeitam as pessoas que gostam , a maioria diz que é só "putaria" por que "tomo mundo" diz isso , deveriam ler pra entender que sim , existe uma historia de amor , a sociedade prega muito esse negocio de preconceito , mas olha ai , eles mesmo falam de uma coisa que não conhecem . Eu adorei esse post .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É exatamente isso que eu penso! Muito obrigada, querida <3

      Excluir
  3. Olá Leitora Cretina!!!
    Realmente as pessoas estão criticando demais quem ler ou assiste algo desse gênero. eu realmente sou muito criticada pelos meus livros "new adults" ou mesmo "eróticos", ma eu não me importo.
    Realmente antes de julgarem um livro ou filme, elas deveriam parar um momento e tentar conhecer aquilo da qual estão criticando.
    Estamos no século XXI e não em um tempo atrasado de época.
    Toda vez que alguém vem falar alguma coisa sobre os livros, eu digo: "Pessoal se vocês pararem para pensar, esses livros fizeram com que o sexo não fosse mais algo vergonhoso de se falar. Que tirar suas dúvidas e ter fantasias da qual uma pessoa queira compartilhar com um parceiro realmente sejam exploradas. Além disso, a mulher que tinha tanto medo de tratar desse assunto ou com a família, ou com os amigos acaba que tira algumas de suas dúvidas e se tem alguma não tem tanta vergonha de perguntar como antigamente."
    Eu nunca vi criticarem um homem por ele ver um filme pornô, ou falar sobre sexo. Mas a mulher não pode está lendo um livro sobre esse assunto que ela já é considerada: "puta" ou "vagabunda".
    Os tempos mudaram e as pessoas tem direito de gostar do que quiserem, o tempo de opressão e críticas que acabam ofendendo uns aos outros já deveria ter acabado.
    E é isso então, adorei o post e seu esclarecimento para as pessoas com essa mente.
    Até uma próxima o/

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!!
      Fiquei feliz em ler o seu comentário e conhecer mais sobre o seu ponto de vista. Concordo com tudo o que disse. O pior é que esses livros vem ganhando cada vez mais espaço nas livrarias, editoras e bibliotecas e as pessoas ainda acham estranho, vulgar e até mesmo vergonhoso.
      Sobre o que você disse a respeito das dúvidas, é super verdade. Nem todo mundo tem confiança e vontade suficiente para perguntar sobre o assunto a qualquer pessoa, então ajuda bastante para conhecer mais desse mundo que faz cada vez mais parte das nossas vidas.

      Beijão

      Excluir

Olá! Deixe seu comentário. Eu vou adorar ler e respondê-lo. <3

Sobre Mim

Olá! Meu nome é Mônica, me chame de Mô (se preferir). Tenho 18 anos e sou uma pisciana do amor. Sempre tive interesse em fazer faculdade de Direito e hoje realizo esse sonho. ╔ Leia Mais

Curta a página no Facebook