O Livro dos Espelhos - E.O. Chirovici | RESENHA

11:14

Foto: Leitora Cretina
Olá, leitores! Tudo bem?

A resenha de hoje é do livro "O Livro dos Espelhos", do E.O. Chirovici. Recebi o livro do Grupo Editorial Record. Muito obrigada!!

Título: O Livro dos Espelhos
Título Original: The Book of Mirrors 
Volume Único 
Autor(a): E. O. Chirovici 
Ano: 2017 
Editora: Record 
Número de Páginas: 322 páginas 
Nota:    
Gêneros: Mistério
Adicione no Skoob
SINOPSE: Quando o agente literário Peter Katz recebe por e-mail um manuscrito parcial intitulado O livro dos espelhos, ele fica intrigado. O autor, Richard Flynn, descreve seus dias em Princeton, e documenta sua relação com Joseph Wieder, um renomado psicólogo, pesquisador e professor. Convencido de que o manuscrito completo vai revelar quem assassinou Wieder em sua casa, em 1987 — um crime noticiado em todos os jornais mas que jamais foi solucionado —, Peter Katz vê aí sua chance de fechar um negócio de um milhão de dólares com uma grande editora. O único inconveniente: quando Peter vai atrás de Richard, ele o encontra à beira da morte num leito de hospital, inconsciente, e ninguém mais sabe onde está o restante do original. Determinado a ir até o fim neste projeto, Peter contrata um repórter investigativo para desenterrar o caso e reconstituir o crime. Mas o que ele desenterra é um jogo de espelhos, uma teia de verdades e mentiras, e uma trama mais complexa e elaborada que a do primeiro lugar na lista de mais vendidos dos livros de ficção.

ENREDO:
Peter Katz é um agente literário que acaba de receber por e-mail parte de um manuscrito escrito por Richard Flynn, este que conta como foi um período da sua vida, mais precisamente quando estava Princeton nos anos 80, onde conheceu o renomado professor Joseph Wieder, que foi brutalmente assassinado há anos sem que o caso ganhasse uma solução. Entretanto, Flynn enviou para Katz apenas parte do manuscrito e quando o agente resolve que quer continuar a leitura, o autor já está em seu leito de morte. 

Será que Flynn utilizou o manuscrito para fazer algum tipo de revelação? Como o mistério será resolvido sem a parte final do manuscrito?
"A gente não sabe o que é dor até sofrer um corte tão profundo que nos permita perceber que as feridas passadas não foram nada mais que arranhões."
Foto: Leitora Cretina
MINHA OPINIÃO:
Esse é um livro que no começo mexeu muito comigo e me deixou bem empolgada. Ele é dividido em 3 partes, cada parte envolve a narração de uma pessoa diferente: a primeira parte é de Katz quando recebe o manuscrito, o lê, e vai atrás da parte final, entretanto, Flynn está falecendo. O desejo do autor era que aquela obra fosse finalmente publicada, mas como está sem um final, Katz terá que descobrir onde está a parte final do manuscrito ou então terá que se encarregar de descobrir o que aconteceu e escrever um desfecho. Sendo assim, ele contrata o detetive particular John Keller (segunda parte) para investigar e ir atrás de personagens principais que aparecem no manuscrito, como as pessoas mais chegadas de Wieder e Flynn. Keller acaba abandonando o caso e passando-o para o ex-detetive Roy Freeman (terceira parte), que na época do assassinato cuidou do caso, porém, ficou sem solução... ninguém descobriu quem matou o professor.

Para simplificar, é como se duas histórias estivessem acontecendo: a do manuscrito e a investigação por traz do manuscrito.

Em cada parte da narrativa, conhecemos como foi e como é a vida de cada narrador, mas percebi maior intensidade na história de Roy, consequentemente foi a que eu mais gostei. Ao mesmo tempo que vemos um pouco da vida de cada um, sabemos que os personagens centrais da história são Wieder e Flynn.

Um pedaço do livro é dedicado apenas para o manuscrito de Flynn, ou seja, é como se o "O Livro dos Espelhos" passasse a ser, por um momento, o manuscrito. Eu fiquei extremamente impressionada com a forma que o autor narrou esse manuscrito, porque foi muito intenso e me prendeu demais. Quando a amostra grátis que ele deixou para Katz acabou, me senti órfã... foi uma quebra grotesca na história.

Foto: Leitora Cretina
"- [...] Nossa memória não é uma filmadora que grava tudo o que se passa diante da lente, Richard. É mais como um roteirista e um diretor, os dois ao mesmo tempo, que criam seus filmes a partir de fragmentos da realidade."

No próprio manuscrito, Flynn conta como foi sua vida em Princeton, como conheceu e se apaixonou por Julia, uma estudante de psicologia que o apresentou ao professor Wieder. Mais tarde, mais personagens importantes são inseridos. Consequentemente, quando Katz, Keller e Freeman vão investigar essa história real, percebem que há informações que não condizem, entre as próprias pessoas e o que está escrito no manuscrito. 
"Gosto de pensar que às vezes as pessoas deviam perdoar às outras."

O autor soube controlar bem o mistério do livro, soube quando dar informações para causar espanto, para confundir ainda mais e para revelar algo. 

Por conta da profissão dos personagens do manuscrito e até fora dele, o livro possui uma pegada de psicologia muito bacana e eu adorei! Ele traz uma mensagem muito bacana sobre tudo aquilo que a gente vê... como o nosso cérebro pode nos trair.
"- O jogo preferido de Wieder é vasculhar a mente dos outros, como exploraria uma casa."

Bom, a história estava me envolvendo demais, estava ansiosa para saber o desfecho, entretanto, o que me incomodou e fez a nota cair, foi o final. Apesar de eu entender qual foi a intenção do autor, gostaria que a história tivesse tomado um caminho diferente, mas isso é uma questão bem pessoal.

SOBRE A EDIÇÃO:
A diagramação das páginas é ótima, bem espaçada e com as letras bem confortáveis para leitura. As páginas são amareladas!

Eu gostei bastante da capa. Transparece muito bem o sentido do livro.
Foto: Leitora Cretina // sem edição
Ficaram curiosos?
Beijão!

Você poderá gostar também:

12 comentários

  1. Oi amore!
    A primeira coisa que chamou minha atenção foi a edição do livro. Que perfeição!
    E sua resenha me mostrou que temos uma ótima história.
    Fiquei interessadíssima!
    Beijos
    http://pausaparapitacos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Bia linda!
      Eu adoorei a edição do livro, é muito bonita e super confortável <3
      Fico feliz em saber que ficou interessada. Espero que leia em breve :D

      Beijão

      Excluir
  2. Oi Mô, tudo bem? Quem leu no blog foi uma colaboradora e ela adorou. Eu ainda não li, mas realmente parece um excelente suspense, mesmo com a questão do final.

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Mi! Tudo sim e você?
      Não lembro se li a resenha dela, mas acho que sim. Eu também curti bastante o desenvolvimento da história, mas acho que o final poderia ser diferente.

      Beijão

      Excluir
  3. Olá!
    Nossa, a capa desse livro sempre me chama a atenção. Me decepcionei em saber que o final deixa a desejar, mas quem sabe um dia eu encontre-o em uma promoção que não compense o risco haha

    Abraço!
    http://lupiliteratus.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Fabio!
      Hahah, entendo você. Mas espero que leia um dia, é uma história que vale a pena.

      Abraços

      Excluir
  4. Interessante esse livro, ainda não conhecia então foi a primeira resenha que li.
    Bjs
    https://eternamente-princesa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Luiza!
      Que bom que curtiu! Espero que dê uma chance a ele :D

      Beijão

      Excluir
  5. Oi, tudo bem ?

    Eu não conhecia esse livro, mais fique com muita vontade de ler.
    Adorei a história.

    Beijos :**

    Literatura Por Amor
    Top Comentarista

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Tudo sim e você?
      Fico feliz que tenha gostado. Espero que leia em breve <3

      Beijão

      Excluir
  6. Oi Mô!
    Não conhecia, gostei bastante, suua resenha ficou ótima, fiquei curiosa!

    Beijoooo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Cecy!
      Fico feliz que tenha gostado!! Muuuito obrigada <3

      Beijão

      Excluir

Olá! Deixe seu comentário. Eu vou adorar ler e respondê-lo. <3

Sobre Mim

Olá! Meu nome é Mônica, me chame de Mô (se preferir). Tenho 18 anos e sou uma pisciana do amor. Sempre tive interesse em fazer faculdade de Direito e hoje realizo esse sonho. ╔ Leia Mais

Curta a página no Facebook