It Ends With Us - Colleen Hoover | RESENHA

24 março

Foto: Leitora Cretina
Olá, leitores! Tudo bem?

Como vocês já sabem, a minha meta de leitura para 2017 é ler todos os livros da Colleen Hoover. Vocês podem acompanhar o progresso no Skoob ou na nesta aba do blog.

"It Ends With Us" é um dos livros mais recentes da Colleen Hoover e um dos que eu estava mais animada para ler. Quem conhece os livros da autora sabe que ela gosta muito de trabalhar temas polêmicos com reviravoltas impressionantes, e nesse livro temos a abordagem de um tema que precisa ser discutido: a violência contra mulher.





Título: It Ends With Us 
Título Original: It Ends With Us
Volume Único 
Autor: Colleen Hoover 
Ano: 2016 
Editora: Ainda não publicado no Brasil 
Número de Páginas: 386 páginas 
Nota:     
Adicione no Skoob
SINOPSE: As vezes é aquele a quem mais amamos que mais nos magoa... Lily nem sempre teve tudo fácil, mas isso nunca a impediu de trabalhar duro para ter a vida que ela quer. Ela percorreu um longo caminho da sua pequena cidade no Maine onde ela cresceu, formou-se na faculdade, mudou-se para Boston, e começou seu próprio negócio. Então quando ela sente uma faísca com o belo neurocirurgião chamado Ryle Kincaid, tudo na vida de Lily de repente parece quase bom demais para ser verdade. Ryle é determinado, teimoso, e talvez um pouco arrogante. Ele também é sensível, brilhante, e sente muito carinho por Lily. E o modo como ele fica de uniforme certamente não dói aos olhos. Lily não consegue tirá-lo da cabeça. Mas a completa aversão de Ryle por relacionamentos é perturbadora. Mesmo que Lily venha a se tornar uma exceção para a regra dele de "nunca ter relacionamentos", ela não consegue evitar de imaginar o que o fez ser desta maneira. Assim como os questionamentos sobre este novo relacionamento sobrecarregam ela, vem também pensamentos sobre Atlas Corrigan - seu primeiro amor e o elo com o passado que ela deixou para trás. Ele era seu espírito cuidador, seu protetor. Quando Atlas reaparece do nada, tudo que Lily construiu com Ryle é ameaçado. Este livro atrevido e profundamente pessoal traz uma história avassaladora que rompe todas as estruturas. Combinando um romance cativante com um elenco de personagens humanos demais, este é um inesquecível conto de amor que vem com um preço muito caro a pagar.

ENREDO:
Em "It Ends With Us" conhecemos a história de Lily. No início, ela nos conta que acabou de sair do enterro do pai e aos poucos vamos conhecendo mais sobre como foi a sua infância.

Quando criança, Lily presenciou muitas vezes o pai violentando a sua mãe e ao mesmo tempo que ela tentava ajudá-la, ela se questionava como sua mãe poderia se submeter aquilo tudo... por que ela não se separava dele? Como poderia permanecer com alguém que a trata tão mal?

Nesse período ela conhece Atlas, um garoto que mora na casa abandonada perto da sua casa. Ele vive numa casa sem nada! Sem eletricidade, sem comida, sem água, completamente sozinho... então, ela decide ajuda-lo lhe dando comida, cobertores, etc.
"As plantas precisam ser amadas de maneira certa, a fim de sobreviver. Assim são os seres humanos. Contamos com os nossos pais desde o nascimento para que nos ame o suficiente para nos manter vivos. E se nosso pais nos mostram o tipo de amor certo, nós nos revelamos como seres humanos melhores."

Tudo o que sabemos a respeito de sua infância é por meio de suas memórias escritas em diários, então, no presente as coisas estão bem diferentes. Ela já é adulta e acaba de conhecer Ryle, um neurocirurgião que tem tudo para ter um futuro promissor. Entretanto, Ryle tem uma enorme aversão a relacionamentos.
Foto: Leitora Cretina
MINHA OPINIÃO:
O livro por si só possui uma temática importante. Vemos como a mãe de Lily sofreu e todos os questionamentos da filha. O livro apresenta ao leitor os vários pensamentos que a vítima possui quando é violentada pela pessoa que mais ama, e essas são as partes que mais fazem o leitor grudar no livro e entrar naquela história. É um livro que faz você pensar, não apenas entretêm!
"As pessoas gastam muito tempo se perguntando por que as mulheres não deixam. Onde estão todas as pessoas que se perguntam por que os homens são mesmo abusivos? Não é nisso que a única culpa deveria ser colocada?"

Um ponto que eu adorei nesse livro foi como a autora escolheu para contar várias histórias: a de Lily lidando com a relação dos pais, o romance adolescente entre Lily e Atlas, o romance adulto entre Lily e Ryle e a busca de um sonho que ela possui desde criança.

Uma das minhas maiores surpresas foi quando terminei o livro e li as notas da Colleen Hoover. A mãe da autora também sofreu violência doméstica. Sua mãe não tinha apoio, não tinha condições financeiras para sair de casa e cuidar dos filhos por conta própria, porém, ela também não podia manter aquela relação... fazer as filhas vivenciarem aquilo tudo e deixá-las acreditando que aquilo era um modelo de relacionamento saudável. Se vocês tiverem vontade e oportunidade de ler "It Ends With Us", leiam até as notas da autora. Vale a pena. 

Lily é uma personagem que me encantou. Ela é extremamente forte. A forma como a autora trouxe os pensamentos e questionamentos dela desde quando era criança, é algo fenomenal. Sei que pareço repetitiva ao dizer essas coisas, mas gente, sério, só lendo para sentir isso. O medo físico e psicológico, a instabilidade de não saber como lidar com a situação, a divisão de sentimentos entre ódio e amor, o receio de tomar uma atitude definitiva estão fortemente presentes.
"Todos os seres humanos cometem erros. O que determina o caráter de uma pessoa não são os erros que cometemos. É como nós levamos esses erros e os transformamos em lições em vez de desculpas."

Eu prefiro não falar sobre a personalidade dos demais personagens porque quero que conheçam a situação com os próprios olhos.

Colleen Hoover sempre me surpreende. Ela sempre cria alguns segredos entre os personagens e a sua revelação normalmente choca. Nesse livro as coisas foram diferentes. Ainda temos os segredos, mas senti que eles não possuíram tanto impacto para uma grande reviravolta na história. A própria história já é surpreendente, não precisamos de reviravoltas!

O fluxo de leitura é bem rápido e fácil. Apesar da intensa carga de emoções que a personagem e o próprio leitor passa, você lê o livro e nem vê as horas passarem.

"Mônica, você gostou tanto do livro e por que não virou um dos seus favoritos?" Porque o final não me ganhou. Foi algo que aconteceu de maneira muito rápida. Eu entendo que aquele não era o foco do livro, a autora queria focar nos relacionamentos abusivos, mas talvez aquilo poderia ter sido mais desenvolvido.
"Só porque alguém te machuca não significa que você pode simplesmente deixar de ama-los. Não são as ações de uma pessoa que ferem mais. É o amor. Se não houvesse amor anexado à ação, a dor seria um pouco mais fácil de suportar."

SOBRE A EDIÇÃO:
Li em e-book, mas eu espero que o livro seja publicado no Brasil em breve e que eles mantenham essa capa. Ficou sensacional e tem muito a ver com a história!
"Antes de escrever este livro, eu tinha um grande respeito por minha mãe. Agora que eu terminei e fui capaz de explorar uma pequena fração da dor e luta que ela passou para chegar onde ela está hoje, eu só tenho uma coisa a dizer para ela: eu quero ser você quando eu crescer" - Colleen Hoover.

Beijão!

Você poderá gostar também:

34 comentários

  1. Nossa... já me interessei na parte de "violência contra mulher".
    Os livros da autora não fazem muito o meu estilo mas fiquei curiosa para ler esse. Espero que alguma editora publique ele aqui no Brasil logo.
    Adorei as fotos e a resenha ♥

    Epílogo em Branco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!!
      Espero que você leia ele em breve e goste tanto quanto eu <3
      Obrigadaa! Fico feliz que tenha gostado.

      Beijão

      Excluir
  2. Resenha maravilhosa amei, bom final de semana, obrigado pela visita.
    Blog:https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Fico feliz que tenha gostado <3
      Eu que agradeço!!

      Beijão

      Excluir
  3. Oie Mônica, tudo bem?
    Finalmente estou de volta!
    Olha, até hoje só li um livro da CoHo, O Lado Feio do Amor, e gostei muito, mas eu acho que esperava mais, por toda a repercussão em volta da autora sabe? Mas a escrita dela sem dúvida é maravilhosa, e com certeza vou ler mais livros da autora!
    Sua resenha está maravilhosa, e acho super bacana o fato de a autora sempre abordar temas "complicados", nos fazendo refletir sobre eles!


    Com carinho,
    Ana | Blog Entre Páginas
    www.entrepaginas.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Ana!! Tudo sim e você?
      OBAAAAA!!! Bom retorno <3
      Eu entendo você. É muita propaganda e as vezes não é aquilo que a gente esperava... mas tenta dar uma chance pra outros de seus livros. Vai que você acaba curtindo.
      Muuuito obrigada, linda <3

      Beijão

      Excluir
  4. Oi Monica. Li esse livro mês passado e ele esta na minha cabeça ate agora. Me provocou muita reflexão e eu nunca mais vou julgar um situação de violência doméstica apontando os dedos. Realmente abriu meus olhos e essa situação é muito mais complicada do que simplesmente sair de casa. É como diz a mãe da Lily em um trecho do livro, que ela fala sobre os limites pessoais q nos permitimos ampliar por alguém que amamos. Verdade verdadeira. Nunca vou esquecer essa historia. Mas eu também achei q ela poderia investir mais no final. Falando nisso, a história da adolescência dela ajudando um estranho daquela forma corajosa e do próprio Atlas mexeu muito comigo também. Exemplar. E pensar em quantas pessoas reais vivem esses problemas não é?

    Bjs linda. Adoro esse blog😉

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, linda!!
      Esse livro mostra tantos lados sobre a violência doméstica que fica impossível não refletir e repensar algumas atitudes nossas e das pessoas em nossa volta, não é?
      É comum ouvirmos: "por que ela não larga dele?", mas infelizmente não podemos ver como é aquilo por dentro. Uma pena que muitas vezes não é tão fácil simplesmente sair de casa.
      O final pra mim foi mal montado, foi meio que nas pressas, sabe? Queria dar um final feliz e fez aquele.
      Sim!! Quando o Atlas fala sobre o que ele foi realmente fazer na casa... nossa!!
      Muuito obrigada por visitar e comentar aqui!! É muuuito importante pra mim e eu fico bem feliz <3

      Beijão

      Excluir
  5. Uau! Já está no topo da lista! haha Estou curiosa em relação a esse livro, principalmente devida as notas finais da autora!
    Beijos ❤
    Jardim de Palavras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!!
      Fico feliz que tenha se interessado, Melissa! Espero que faça uma boa leitura <3

      Beijão

      Excluir
  6. Oi Mônica! Que tema fortíssimo! Achei super interessante a abordagem e importante tb! A autora parece que se supera a cada livro e cada vez mais tenho vontade de ler algo dela! Excelente resenha!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Mi!!
      Sim! É um tema que merece ser falado o tempo todo e eu curti a abordagem que a autora fez. É uma leitura super bacana!
      Muuuito obrigada, linda <3

      Beijão

      Excluir
  7. Oi! Já li resenhas dele. Espero que seja publicado aqui no Brasil. Uma história bem forte e fiquei curiosa para saber como vai ser a relação dela com esses homens. Bjos ❤

    Click Literário

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Eu também espero. É um livro maravilhoso!! <3

      Beijão

      Excluir
  8. Oi Mônica, tudo bom?
    Eu li O Lado Feio do Amor e acabei ficando meio ressentida porque não curti a narrativa e a construção de trama da Colleen - e é um dos livros que eu mais vi elogios. Porém, todavia, no entanto, ela é o tipo de autora pra quem eu quero dar uma segunda chance, e esse livro prendeu minha atenção!
    A temática impactante e de discussão necessária parece bem desenvolvida, pelo que você citou. Em relação ao final rápido, espero que não seja cisma minha, mas um dos meus incômodos com Ugly Love foi exatamente isso :P
    Vou anotar o nome desse pra procurar em breve. Excelente resenha!

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Tudo sim e você?
      Isso acontece mesmo. Conheço váaarias pessoas que não gostaram da trama de O Lado Feio do Amor, ou não gostaram das atitudes do personagem masculino e feminino, etc. E eu sinceramente espero que dê outra chance a ela e recomendo o livro "Um Caso Perdido" ou "It Ends with Us" :D
      Espero que você tenha uma opinião positiva sobre o livro, hahah. Quanto ao final... ele é bom, mas no meu coração foi algo rapidinho. Depois que ler, me conta o que achou do final.
      Muuuito obrigada, Denise <3

      Beijão

      Excluir
  9. Oiii Mônica!
    Eu sou LOUCA pra ler esse livro! Todos os livros da Colleen Hoover são maravilhosos!
    Espero gostar do final!

    Beijos,
    Natália.
    www.doprefacioaoepilogo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!!
      Espero que leia em breve! Depois me conte o que achou do final :D

      Beijão

      Excluir
  10. Oi Mõ, que linda sua resenha! A Coho realmente é fera nesses assuntos e prende a gente de uma maneira né?! Tomara que lancem logo no Brasil, e concordo contigo... Mantenham a capa, ficou linda!
    Um grande beijo!!

    www.lendo1bomlivro.com.br
    Instagram :) @lendo1bomlivro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Muuito obrigada, sua linda!
      Simmm. Não conheço ninguém que trate desses assuntos melhor que ela <3

      Beijão

      Excluir
  11. Oi, Mônica!
    Ugly Love sempre será meu favorito da CoHo, mas esse é o melhor livro dela pra mim. E só de pensar que alguns fatos realmente aconteceram na vida dela dá um aperto no peito.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Sorteio Três Anos de Historiar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Também sou apaixonada em Ugly Love, ele e Em Busca de Cinderela são os meus favoritos, mas esse livro é sensacional.
      Exatamente! As notas dela são bem emocionantes.

      Beijão

      Excluir
  12. Oi Moni,
    adorei a resenha. Suas fotos ficaram lindas (amando todas). Ainda não li os livros da autora (eu sei, você quer me matar), mas pretendo mudar isso ainda esse ano. Adorei a resenha e gostei da forma que a autora mencionou um assunto tão delicado em um New Adult.
    Pensando bem, agora é bem comum a gente ler um New Adult, e o personagem ter sofrido horrores em casa om o marido, mãe ou tios.
    Bom, espero que consiga ler o livro daqui até Dezembro ♥

    Beijoss, Enjoy Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Lice!
      Fico feliz que tenha gostado!! Muuuito obrigada<3
      Espero que leia também, miga (se não, teremos um problemão aqui, hahaha). Aproveite a leitura!! <3

      Beijão

      Excluir
  13. Oi, Mônica!
    O único livro da Colleen que li até agora foi Métrica, e apesar de ter gostado, não me ganhou completamente, mas tenho Um Caso Perdido por ler ainda, e esse também me chama a atenção principalmente pelo tema. Infelizmente a violência doméstica é algo ainda presente nos dias atuais e realmente precisamos falar mais à respeito, em prol de extingui-lo ao máximo. Um livro que li com temática similar foi Amor Amargo, mais especificamente sobre relacionamento abusivo, mas com um pouco de violência doméstica também, se não tiver lido, recomendo esse também. Uma pena que o final de It Ends With Us tenha deixado um pouco a desejar e ainda que não tenha reviravoltas como outros da autora, parece ser uma leitura valorosa só pelo tema já, e se os personagens são bons, então, melhor ainda. Ótima resenha, e valeu demais a dica! Espero que saia em breve por aqui no Brasil também!
    Beijos!

    ♥ Sâmmy ♥
    ♥ SammySacional.blogspot.com.br ♥
    ♥ DandoUmadeEscritora.blogspot.com.br ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Sâmmy!
      Ainda não li "Métrica", mas está na minha lista. Muita gente gosta do primeiro volume, mas acha desnecessário ter os outros dois. Meu coração fica dividido.
      "Um Caso Perdido" é muito bom também, tem alguns assuntos bem delicados nele. Espero que leia toda a trilogia, porque vale super a pena.
      Não conhecia "Amor Amargo", dei uma lida na premissa dele e gostei demais!! Coloquei na lista. Espero ler em breve e depois te conto o que eu achei.
      Os personagens de "It Ends with Us" são super bem construídos, você verá. E o tema então, nem se fala. As várias abordagens da autora sobre a temática são incríveis. Faz o leitor pensar bastante.
      Muuito obrigada!! Obrigada você também pela dica :D

      Beijão

      Excluir

  14. Mônica lindaaaaa ♥♥♥♥
    Que resenha maravilhosa ♥ eu espero mesmo que esse livro seja lançado aqui no Brasil pois vai ser o primeiro livro que vou ler da Colleen Hoover ♥
    Sempre nos questionamos sobre as pessoas que sofrem a violência, mas deveríamos nos colocar no lugar delas e ver que nada é tão simples quanto pensamos.
    Já anotei aqui o nome pra comprar assim que lançar.
    Já quero saber tudo o que vai acontecer :) e realmente a capa está maravilhosa ♥
    ótima terça
    bjo

    Tati C.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Tati lindaaa <3
      Ai que tudooo! Se não estou enganada, a editora irá publicar em 2017. Lembro de ter visto algo, mas não consigo me lembrar a data certa.
      Exatamente. Nós nunca sabemos o que está acontecendo no íntimo da pessoa e esse livro faz muitas abordagens sobre isso.

      Beijão e boa terça pra você também!!

      Excluir
  15. Hey, Mô!
    Como sempre arrasando nas resenhas e o blog ficando cada vez mais lindo hein?
    Acho que eu já falei umas mil vezes, mas sou meio traumatizada com a autora, justamente por sua capacidade de transformar a dor do personagem, na do leitor também. Mas eu sou louca para ler vários outros livros dela, embora justamente esse, não tenha me chamado muita atenção. De qualquer forma, sua resenha me deixou curiosa, principalmente pelo Atlas. E realmente essa capa não deve ser mudada de jeito nenhum!! rs.
    Mil beijokas - Entre um Livro e Outro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!!
      Muuuito obrigada, sua linda <33
      Já leu qual outro livro? Essa é uma marca registrada da autora, o leitor sempre sofre de alguma forma nos livros dela, hahah.
      Essa capa é maravilhosa!! Estou bem curiosa com a tradução do título também!

      Beijão

      Excluir
  16. Oi Mô!
    Firme e forte em sua meta, é isso aí!
    Puxa, que enredo complicado. Parece ser daqueles livros que não queremos parar até chegar na última página. E a capa está muito da hora! Sou fã de capas, você sabe, rs.

    Beijoooo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!!
      Falta pouco agora, hein? Hahah.
      E é exatamente assim esse livro. Li até as notas, haha.

      Beijão

      Excluir
  17. Oi, Mô!
    Como eu já te disse, eu ainda não consegui escrever a resenha desse livro.
    Na minha cabeça eu pensei muitas vezes "Lily, para de ser idiota, pelo amor de Deus", mas ao mesmo tempo ficava tentando me colocar no lugar dela e pensar se a gente não aceita as situações sem querer, sem pensar.
    Foi um dos livros mais difíceis de lidar que a CoHo já escreveu, pelo menos na minha opinião.
    A resenha ficou ótima, parabéns!
    Beijinhos

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!!
      Eu te entendo, em muitos momentos em quis ficar brava com ela, mas ai eu tentava me colocar no lugar dela e é tão complicado. Com toda certeza ela tinha que tomar alguma atitude sim, mas o conflito dentro dela era bem marcante.
      Obrigadaaa, Mari <33

      Beijão

      Excluir

Olá! Deixe seu comentário. Eu vou adorar ler e respondê-lo. <3

Sobre Mim

Olá! Meu nome é Mônica, me chame de Mô (se preferir). Tenho 18 anos e sou uma pisciana do amor. Sempre tive interesse em fazer faculdade de Direito e hoje realizo esse sonho. ╔ Leia Mais

Curta a página no Facebook